Você já sentiu tonteira enquanto estava malhando?

7 jan

Você já sentiu tonteira enquanto estava malhando?

nutri2

As causas desse mal estar são muitas e por isso é difícil cravar o que causou. Saiba o que pode gerar e tente se prevenir, pois pode ser grave…

*as explicações abaixo estão em versão bastante simplificadas para que possam ser compreendidas por todos

 

1 – Hipoglicemia causada por ingestão insuficiente de calorias no dia e antes do treino:

Quando estamos fazendo um regime com o objetivo de emagrecer, normalmente comemos menos calorias durante o dia. E, quando nos exercitamos, precisamos de mais energia. Somando o déficit calórico da alimentação mais o consumo aumentado pelo esforço físico, temos falta de energia, o que diminui o desempenho e pode culminar com a queda da glicose sanguínea. E baixando a glicose, a tonteira e o mal estar surgem.

Mesmo sem estar fazendo dieta, se você não tomou um café da manhã adequado ou almoçou ao meio dia e foi malhar às 17h sem se alimentar adequadamente, a glicose pode cair também.

Como o corpo consegue manter a glicose em níveis adequados se você ingeriu poucas calorias? Ele até tenta através de uma maior queima de gordura, de proteínas e de glicogênio. Mas, se a atividade física prolongar por mais de 30, 40 ou 50 minutos e se for de alta intensidade, estas alternativas tornam-se inviáveis. O organismo não consegue produzir muita quantidade de glicose e jogar na corrente sanguínea. Ele até tem uma reserva, mas que não dura muito…  Assim, os níveis podem baixar causando, inicialmente, tonteiras.

Por isso, não é recomendado pegar pesado no AEJ (aeróbico em jejum). Só mesmo um treino leve para as pessoas que adotam essa prática. (*você encontra mais sobre AEJ em outros textos no blog)

 

2 – Hipoglicemia causada por ingestão de alimentos com alto índice glicêmico antes do treino (hipoglicemia de rebote):

Esse tipo não ocorre com todo mundo. Segundo algumas estatísticas, 1 para cada 3 pessoas. Acontece quando você come, por exemplo, um pão branco ou algum doce logo antes de malhar (20 ou 30 minutos antes). Para tentar frear a elevação da glicose no sangue causada pela alimentação, o corpo libera insulina. E assim que começamos a nos exercitar com a insulina alta, há um esvaziamento abrupto de glicose sanguínea:

(insulina + atividade física = ↓glicose no sangue).

A hipoglicemia de rebote geralmente ocorre nos primeiros minutos após o início do esforço físico (no máximo 30 minutos).

A saída é interromper a atividade física e ingerir, aos poucos, outra fonte de carboidratos, como por exemplo, isotônico.

 

 

3 – Hipoglicemia causada por atividades de alta intensidade e/ou longa duração sem reposição energética:

Se você tem um bom condicionamento físico e consegue correr, nadar, pedalar ou praticar outra atividade por mais de 60 minutos e/ou fazê-la em alta intensidade, pode ser que precise de reposição energética durante a atividade.

Por exemplo, se vai correr uma meia maratona em quase 2 horas, precisa ingerir algum nutriente. Somente com os estoques do corpo, talvez não consiga completar a prova. A glicose pode baixar, você tende a perder rendimento, e tonteiras e fraquezas podem surgir.

Então, não deixe de planejar sua alimentação para fazer um triatlon, por exemplo. Caso contrário, seu desempenho não será o melhor possível ou poderá “passar mal” durante a prova.

 

4 – Diminuição da oferta de oxigênio aos músculos e ao cérebro:

- por ar poluído: durante a atividade física, o consumo de oxigênio pelo corpo pode aumentar mais de 10 vezes. Se o transporte desse gás não for eficiente, pode faltar oxigênio ao cérebro. Respirando um ar com mais monóxido de carbono, o transporte de oxigênio pelo sangue diminui. Assim, tonteiras podem ocorrer…

- por insuficiência cardíaca ou pulmonar: no caso da insuficiência cardíaca, o transporte do oxigênio fica

prejudicado pela diminuição do volume de sangue que circula no corpo. E na insuficiência pulmonar, a entrada do oxigênio do sangue é que fica comprometida. Assim, nos dois casos, a oferta de O2 diminui no cérebro e músculos. Resultado, cansaço excessivo, tonteiras e desmaios.

- por desidratação: quando suamos muito fazendo atividade física no calor ou bebemos pouca água durante

o dia e durante a atividade física, o volume de sangue diminui.  Com isso, a irrigação dos órgãos tende a diminuir e o coração precisa acelerar. E, outra vez, o cérebro sai perdendo oxigênio.

Quem já participou de uma corrida no calor intenso deve ter percebido que o número de atendimentos médicos é muito maior. Isso acontece pelo aumento da temperatura corporal que tem muitas consequências. Algumas delas, levam às tonteiras e desmaios.

 

5 – Quando levantamos depressa:

Já percebeu que algumas pessoas que estavam fazendo abdominais, por exemplo, quando levantam tem uma tonteira momentânea? Isso ocorre por causa da força da gravidade. O corpo demora um pouquinho para redirecionar o sangue para cima quando nos colocamos de pé rapidamente.

Horizontalmente o sangue corre mais fácil. Na vertical, o coração tem que acelerar alguns batimentos para bombear o sangue para cima e chegar na cabeça.

Uma solução é levantar um pouco mais devagar. E também é importante verificar se você está bem hidratado. Uma das maneiras de fazer isso é observar a cor da urina. Está em tom amarelo mais escuro, abra o olho… e a garrafinha de água também!!!

 

6 – Após fazer um exercício “pesado”, como agachamento:

Após exercícios que exigem uma maior “força” ou contração muscular de quase todo corpo também é comum ver pessoas tendo tonteiras. Isso se deve à diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro.

Ao fazermos um exercício assim, a musculatura contrai e “expulsa” o sangue do músculo. Quando o exercício acaba e a musculatura relaxa, o sangue volta a “encher” o músculo. A pressão arterial diminui um pouco e falta sangue momentaneamente ao cérebro. A visão pode acabar escurecendo um pouco.

Share
Print Friendly
  

15 Comentários em “Você já sentiu tonteira enquanto estava malhando?”

  1. Anali 7 de janeiro de 2014 at 11:11 #

    Muito útil . Ontem mesmo estava assim : juntou o calor, noite mal dormida e afundo no smith após 2 semanas sem treino.

    • Patricia 7 de janeiro de 2014 at 14:29 #

      Sempre que faço treino aeróbico me sinto tonta e minha visão escurece. Nesses momentos já medi minha pressão e estava normal. E sempre me alimento uma hora e meia antes do treino. Mesmo com todos os cuidados isso se repete e não consigo fazer aeróbica, ou seja, não emagreço.

  2. Laura 7 de janeiro de 2014 at 12:49 #

    Gabriela, acredito que seja bom também observar bem esses sintomas e alertar as pessoas, não sou médica, mas tenho um “probleminha” que se chama síncope vasovagal e neurocardiogênica, geralmente ao levantar de uma vez as pessoas que são saudáveis sentem uma leve tontura, mas já quem tem esse problema desmaiam ao tentar se levantar rápido, e também em outras situações, por exemplo quando eu corro ou quando faço algum exercício mais pesado ou mais rápido. Muitas pessoas podem passar por essas situações e acham que é normal, mas não é, é importante essas pessoas procurarem um cardiologista, até mesmo porque sempre que falo sobre esse assunto com médicos de outras especializações eles dizem que esse nome “síncope vasovagal” é apenas um sinônimo de desmaio, mas o cardiologista sabe bem que não é tão simples assim. E é sempre importante ficar de olho, pois é super perigoso quem sofre com isso quando desmaiar estar sozinha e bater a cabeça, podendo assim causar complicações maiores.

    Abraço

  3. Lorrayne 7 de janeiro de 2014 at 13:49 #

    Normalmente quando passo um período longe de atividades físicas como esse intervalo natal – ano novo quando volto a malhar sinto tonta às vezes.

  4. Camila 7 de janeiro de 2014 at 14:23 #

    Ótima matéria, Gabi! Isso tem acontecido com mt frequência comigo. Eu malhava regularmente, mas depois que casei dei uma relaxada e parei de ir a academia, engordei uns quilinhos e quando resolvi voltar a me exercitar, me deparei com esse problema… teto preto e vontade de vomitar, sempre no meio da atividade, e olha que eu comecei leve, os professores não sabia dizer o q tava acontecendo e comecei a ficar com medo de ir pra academia

  5. Luciana 7 de janeiro de 2014 at 14:24 #

    Nossa essa veio pra mim mesmo !!! Ontem desmaiei na esteira da academia. Levantei de uma vez de um aparelho e senti as vistas escurecerem. Dei um tempo e quando fui fazer caminhada na esteira não vi nada e só acordei com os instrutores me pegando. Fiquei mals. Pensei que ia morrer de parada cardíaca do tanto que minha pressão baixou. Hoje vou me alimentar melhor antes de ir. Essa matéria veio em boa hora Gabi. Adoro vc !!!! Bjssss

  6. Jaqueline 7 de janeiro de 2014 at 14:32 #

    Adoro esse tipo de post, Gabi! Alias, aproveitando o assunto, comigo acontece uma coisa estranha: as vezes, durante e apos a atividade fisica me dá enjoo… isso jah aconteceu c/ vc???? O q poderia ser???? Eu suspeito q tenha a ver com a intensidade do meu treino… Bjs

  7. Angelica 7 de janeiro de 2014 at 15:25 #

    Muito legal esse artigo. De vez em quando, durante o treino, eu sinto um pouco de enjoo, isso é normal?

  8. Luci 7 de janeiro de 2014 at 17:56 #

    Muito bom!
    Mas acho que faltou falar que a falta de descanso, poucas horas de sono também podem ocasionar tonteiras. É a maior causa das minhas, seguido pelo calor.

    Adoro o blog e este tipo de post!
    Bjo

    • gabriela 8 de janeiro de 2014 at 3:50 #

      Ooi Luci, q bom q gostou do post! Bjss

  9. Dani 7 de janeiro de 2014 at 18:25 #

    Oi Gabi !
    O que você indica para a um pós treino prático e que evite esse tipo de comportamento do corpo ?
    Trabalho e saio direto para a academia,queria algo pratico e nutritivo p/ hipertrofia.
    Outra duvida.. Entre um aparelho e e outro,você indica alguma pausa para o corpo se reestruturar ?

    Beijinhos

  10. Daniela 7 de janeiro de 2014 at 20:34 #

    Adorei a matéria, pois esses dias aconteceu cmg justamente pelo meu café da manhã não ter sido adequado e eu ir treinar… Tive que parar no meio do treino e ir pra casa!!!
    Gabi, vc é ótima, adoro seu blog e seu insta.. Me ajudam bastante! :)
    Perdi 13kg desde junho SOMENTE com reeducação alimentar e academia.. Já pensei em te escrever pra contar a minha história, mas tenho mais alguns objetivos a ser alcançados!!!
    Gostaria muito de ver uma matéria sobre os suplementos… Quem não consegue tomar whey só com água faz o que? Huahuahua!! Beijossss e parabéns!!

    • gabriela 8 de janeiro de 2014 at 3:49 #

      Danii querida! Q bom q gostou e mto obrigada pelo carinho! Me manda sim sua historia vai, vo adorar!! Sobre whey, vc nao gosta do gosto eh isso?!

  11. Melissa 14 de janeiro de 2014 at 0:31 #

    Olá!!!

    Olha que legal!

    Pedi pelo face e rapidinho surgiu a matéria completinha!!!
    Muito bom, a explicação é super simples e facílima de compreender.

    Muito Obrigada

    Abraço a todos e todas!

  12. Viviane 21 de fevereiro de 2014 at 12:57 #

    Aconteceu comigo. Nunca tinha malhado, sou sedentária, fui na academia fazer teste físico e depois de alguns minutos bem intenso na bike, depois da avaliação desmaiei. Fiquei com receio e não voltei.

Deixe um comentário